Aos 22 anos consegui, enfim, ter papéis de identidade !

Numa sociedade em que a validação dos dados, das  informações, dos acordos e dos compromissos é feita com papéis, o bilhete de identidade passou a ser o documento oficial mais importante para que alguém seja reconhecido e possa aceder ao exercício dos seus direitos. Quando uma pessoa com uma deficiência física grave vive no alto duma colina... Saiba mais

« Juntar esforços »

A associação Tushirikiane Afrika não existiria sem o empenho e o engajamento de refugiados “voluntários” que assumem graciosamente a responsabilidade de acolher aqueles que continuam chegando às centenas à capital do Quénia. Alguns deles fugiram de seus países há mais de 15 anos. E por sua vez vão acolhendo os novos exilados vindos dos... Saiba mais

Os pianos de Milfontes

Numa região marcada pela sazonalidade e pelo isolamento e onde escasseiam as actividades culturais e recreativas, a Fábrica das Artes / Diverta estabelece pontes entre as pessoas, promovendo as potencialidades de cada um e criando dinâmicas sociais que vão muito além do mero entretenimento. Como aconteceu com os pianos... No início, a Diverta... Saiba mais

Criamos riqueza quando nos pomos à escuta das pessoas que têm seguido pelos caminhos da miséria

Javier é o pároco da Paróquia San Carlos Borromeo, em Entrevías, em Espanha. Também é membro da “comissão dos moradores” do bairro. Vive no meio de pessoas pobres, convencido de que só com elas poderemos transformar o mundo onde vivemos. Cada vez me convenço mais de que quando há crises graves, não só económicas, mas também como a que... Saiba mais

Defender-se, e proteger-se da violência

Há mais de 7 anos que Anne R. está presente numa favela de Manila, nas Filipinas. Ela sempre conheceu umas vinte famílias que vivem de um dos lados da ponte, perto de casa dela, com as suas casas sempre em risco de serem destruídas. Durante as demolições, ao começo, cada um trata de si. Cada um tenta salvar pelo menos algumas tábuas ou então... Saiba mais

«Como se tivessem sido riscadas do mapa do planeta»

“A miséria é uma violência. Romper o silêncio. Construir a paz”. Estas três frases constituem o programa de uma pesquisa feita pelo Movimento ATD Quarto Mundo em 25 países. Os participantes eram pessoas que viviam situação de grande pobreza e também pesquisadores do mundo universitário. Empenhados num trabalho de “Entrecruzamento... Saiba mais

« Aprender a construir espaços de encontro »

A miséria é o resultado da falta de encontros entre aspessoas vivendo numa grande pobreza e aquelas que nunca estiveram nessa situação. É preciso pois aprender a construir espaços de encontro permanentes, já que ignorar e não aproveitar a experiência e a inteligência das pessoas que vivem na miséria é um desperdício que não podemos... Saiba mais

O desenvolvimento passa por uma tomada de consciência...temos que agir infatigavelmente sem ficarmos à espera de ajuda

O Grupo de Mães Tabita (GMT) tem como objetivo proteger os direitos das mulheres congolesas e incentivá-las, especialmente aquelas que vivem num meio rural. É uma associação de mulheres que procura ajudar na luta contra todas as barreiras sociais, econômicas, políticas e culturais queas impedem de aceder a uma vida melhor. Elas organizamse nas... Saiba mais