A "Carta aos Amigos do Mundo" sai três vezes por ano, em 4 línguas : inglês, espanhol, francês e português. Poderão ler mais abaixo a apresentação da mesma se desejam saber mais alguma coisa sobre ela...

uma viagem de uma EQUIPE ITINERANTE

Relato de uma viagem de uma EQUIPE ITINERANTE (enviado por Paco Almenar) Eram cinco da manhã e íamos partir quando caiu uma chuva torrencial e tivemos que esperar que ela parasse. Acabamos por partir e começamos a nossa subida do rio Tauhamanu; navegamos até às 17h30. Paramos e o condutor do barco disse : “Aqui é que vamos dormir”.... Ler mais
Traduzido em:

STOP POBREZA : Agir Todos pela Dignidade

Há 100 anos, em França, num campo de acolhimento para estrangeiros indesejáveis, nascia Joseph Wresinski, fundador de ATD Quarto Mundo. O seu coração de criança foi moldado pela vergonha e pela raiva de ter que sair casa ainda de noite para ganhar qualquer coisa para ajudar a família. A sua mãe legou-lhe a coragem e a cabeça erguida... Ler mais
Traduzido em:

Uma nova humanidade, sem miséria, vai surgindo

“ Os mais pobres dizem-nos muitas vezes : a maior desgraça dos homens não é ter fome, não é não saber ler, nem sequer é estar desempregado. O pior de tudo, é saber que todos nos acham uma nulidade, é contar tão pouco para os outros que todos ignoram o nosso sofrimento.” dizia Joseph Wresinski, fundador do Movimento ATD Quarto... Ler mais
Traduzido em:

Carta aos Amigos do Mundo - especial para o 17 de Outubro 2016

Caros Amigos, Celebraremos em 2017 o trigésimo aniversário do apelo de Joseph Wresinski e, desde já, em outubro deste ano, vimos convidá-los para uma mobilização excepcional. Desde que, em 1992, o 17 de OUTUBRO foi reconhecido pela ONU como Dia Internacional para a Erradicação da Pobreza, as coisas já avançaram bastante. Em setembro de... Ler mais
Traduzido em:

« Para que ninguém se sinta abandonado! »

Sob o céu incrivelmente azul daquele 17 de Outubro de 1987, o Padre Joseph Wresinski clamava o seu testemunho sobre os “pobres de todos os tempos, fugindo de terra em terra, desprezados e rejeitados...”. Quem são eles atualmente, esses "milhões e milhões de crianças, de mulheres e de pais" ? Agora e sempre obrigados a... Ler mais
Traduzido em: