O que conta é o nosso empenho
image-jw.jpg

Joseph Wresinski nasceu em 1917, em França, num bairro pobre da cidade de Angers, numa família sem recursos, onde muito cedo conheceu a injustiça e a violência da extrema pobreza.
Em 1957, fundou com as famílias duma favela da região parisiense o que veio a ser o Movimento ATD Quarto Mundo.

Desde então nunca mais deixou de ir à procura dos mais pobres, na Europa e no mundo inteiro. E sempre quis aprender com eles e com aqueles que lhes consagram o melhor de si próprios para lutar contra a miséria.
Como ele sabia que esse combate travado com os mais pobres era essencial, embora muito difícil, fundou, em 1980, o Fórum por um Mundo sem Miséria.

O Fórum surgiu porque nós queríamos unir as nossas forças, para que ninguém perdesse coragem por se sentir só, e para aprendermos todos juntos a avançar com os povos da miséria. Podemos ser funcionários, simples indivíduos, representantes de organismos nacionais ou internacionais, nada disso tem importância. O que conta é o nosso empenho em trabalhar com os mais pobres.
 

Joseph Wresinski tirou a força que tinha da resistência que    os    mais    pobres opunham    à    miséria, mas    também    se alimentou    daquela coragem na luta contra a miséria expressa nas cartas do correio dos leitores. Em novembro de 1983, escrevia :
Quando escrevemos as primeiras Cartas aos Amigos, pensávamos que elas seriam um meio de comunicação entre todos nós, que através delas poderíamos pôr em comum as nossas preocupações, as nossas angústias e as nossas dúvidas, e sobretudo os nossos esforços para combater a miséria e para tentarmos destruí-la. A originalidade dessa Carta aos Amigos é que, todos juntos, vamos construir as bases de um desenvolvimento diferente, um desenvolvimento que não deixará ninguém de lado.