É urgente que se dê tanto valor às pessoas e ao ambiente quanto se dá à economia!
oikos.jpg

A Oikos recorda que não é possível um desenvolvimento económico sem uma efetiva componente de desenvolvimento social e de desenvolvimento ambiental.

 O mundo contemporâneo (e Portugal não é exceção) está em clara mudança. O desenvolvimento económico só por si, procurando cega e unicamente o lucro, não é sustentável a prazo. Esgotam-se os recursos e acentuam-se as assimetrias.

 Assim, a Oikos assinala hoje, Dia Mundial do Ambiente, os seus 25 anos de trabalho com o lançamento de um vídeo institucional direcionado para a importância do desenvolvimento sustentável e os direitos humanos.

 O comprometimento da Oikos com a causa ambiental passa por uma gestão racional dos impactos da sua atividade no ambiente e promoção de energias alternativas nos projetos de desenvolvimento; bem como pela mitigação e adaptação às alterações climáticas; e ainda a promoção e gestão das emissões de carbono.

 Após um countdown durante 25 dias num evento de Facebook que incentivou a partilha e a adoção de práticas ambientais no dia-a-dia dos portugueses, reunindo as ideias e sugestões de mais de uma centena de participações, a Oikos publica, ainda neste dia, 25 Ideias Verdes - sugestões a adotar por um Mundo mais ecológico e sustentável .

 Alguns exemplos passam pela separação de lixo seletiva, compostagem doméstica, poupança e reutilização de água e eletricidade, preferência por materiais reciclados, utilização de produtos de limpeza biológicos ou caseiros, criar hortas domésticas ou deixar de passar a ferro.

Consulte aqui:

Vídeo Oikos 25 anos (português) | Vídeo Oikos 25 anos (inglês) | Vídeo Oikos 25 anos (espanhol)
 

See video